Quantcast

OSHO Times Ecologia Emocional A Vida Não é uma Aula de Filosofia

Solucionar seus problemas significa lhe dar uma resposta que lhe satisfaça intelectualmente; e dissolver seus problemas é lhe dar um método que lhe torne cônscio de que não há nenhum problema: todos os problemas são nossas próprias criações e não há nenhuma necessidade de qualquer resposta.

A consciência iluminada não tem nenhuma resposta.

Sua beleza é que ela tem nenhuma dúvida.

Todas as suas dúvidas foram dissolvidas, desapareceram. As pessoas pensam de outra forma: eles acham que o homem iluminado tem resposta para tudo. A realidade é que ele não tem absolutamente nenhuma resposta. Ele não tem questões. Sem questões como ele pode ter alguma resposta?

Gertrude Stein, uma grande poetisa, estava morrendo cercada por seus amigos quando de repente, ela abriu os olhos e perguntou, “Qual é a resposta?”
Alguém falou, “Mas nós não conhecemos a pergunta, como é que podemos saber a resposta?”
Ela abriu os olhos pela última vez e disse, “Ok, então qual é a pergunta?” E ela morreu. Uma estranha última declaração.

É muito bonito descobrir as últimas declarações de poetas, pintores, dançarinos, cantores. Eles têm alguma coisa tremendamente significativa neles.

Ela primeiro perguntou, “Qual é a resposta?...' como se a questão não pudesse ser diferente para seres humanos diferentes. A questão precisa ser a mesma; não há necessidade de articulá-la. E ela estava com pressa, assim, ao invés de ir através do canal apropriado – perguntar a questão e então escutar a resposta – ela simplesmente perguntou, “Qual é a resposta?”

Ma as pessoas não entendem que todo ser humano está na mesma posição: a mesma questão é a questão de todos. Então algum estúpido perguntou, “Mas como podemos responder se não conhecemos a pergunta?”

Parece lógico, mas não é: é simplesmente estupidez – e para uma pessoa que está morrendo... Porém, a pobre mulher abriu os olhos uma vez mais. Ela disse, “Ok, qual é a pergunta?” E então houve silêncio.

Ninguém conhece a pergunta, ninguém sabe a resposta. De fato não há nenhuma pergunta e não há nenhuma resposta; só existe a maneira de viver em confusão, na mente. Assim existem milhões de perguntas e milhões de respostas e cada resposta suscita centenas de novas perguntas, e não há um fim para isso.

Mas existe outro modo de vida: viver com consciência – e não há nenhuma resposta e nenhuma pergunta.

Se eu estivesse presente quando Gertrude Stein estava morrendo teria dito a ela, “Esse não é o momento para se incomodar com perguntas e respostas. Lembre-se de que não há perguntas e que não há respostas: a existência é absolutamente silenciosa sobre perguntas e respostas. Ela não é uma aula de filosofia. Morra sem qualquer pergunta e sem qualquer resposta; simplesmente morra silenciosamente, conscientemente, pacificamente”.

Osho, Extraído de: The Path of the Mystic