Quantcast

OSHO Times Body Dharma Os Quatro Pilares da Saúde

Os Quatro Pilares da Saúde

A saúde não é somente um fenômeno físico.Que é apenas uma de suas dimensões, e uma das dimensões mais superficiais porque basicamente o corpo vai morrer – saudável ou não saudável, ele é momentâneo.

A verdadeira saúde tem que acontecer em algum lugar dentro de você, em sua subjetividade, em sua consciência, porque a consciência não conhece nenhum nascimento, nenhuma morte. Ela é eterna.

Ser saudável na consciência significa: primeiro, estar desperto; segundo, ser harmonioso; terceiro, ser extático; e quarto, ser compassivo. Se essas quatro coisas estão realizadas, a pessoa está interiormente saudável. E o sannyas pode preencher todas essas quatro coisas. Ele pode torná-lo mais cônscio, porque todas as técnicas de meditação são métodos para lhe tornar mais cônscio, expedientes para puxá-lo para fora de seu sono metafísico. E dançar, cantar, celebrar, podem torná-lo mais harmonioso.

Há um momento quando o dançarino desaparece e permanece somente a dança. Nesse espaço raro a pessoa sente harmonia. Quando o cantor é completamente esquecido e somente a canção permanece, quando não há nenhum centro funcionando e apenas a canção permanece, quando não há nenhum centro funcionando como EU – o EU está absolutamente ausente – e você está fluindo, essa consciência que flui é harmoniosa.

Estar desperto e harmonioso cria a possibilidade do êxtase acontecer. Êxtase significa a suprema alegria, inexprimível; nenhuma palavra é adequada para dizer algo sobre isso.

E quando a pessoa alcança o êxtase, quando a pessoa conheceu o pico supremo da alegria, a compaixão chega como uma conseqüência.

Quando você tem essa alegria, você gostaria de compartilhá-la; você não pode deixar de compartilhar, compartilhar é inevitável. É uma conseqüência lógica do ter. Ela começa a transbordar; você não precisa fazer nada. Ela começa a acontecer a sua própria maneira.

Estes são os quatro pilares da saúde interior. Alcance-a. É nosso direito inato; temos apenas que reclamá-lo.
 

Osho, Don't Let Yourself Be Upset by the Sutra, rather Upset the Sutra Yourself, Discurso #7
(Este título não está mais disponível sob encomenda)