Quantcast

Osho A Confusão das Crenças-da-Fé

A Confusão das Crenças-da-Fé

Este é um fenômeno complexo. Complexo não por causa dele mesmo, mas porque você foi criado por pais, pela sociedade, pelas escolas, colégios, universidades. Antes mesmo que você fizesse qualquer pergunta significativa sobre a vida, você já é sobrecarregado de respostas.
 
A criança não fez nenhuma pergunta a respeito de Deus, mas os pais a estão forçando a acreditar que Deus criou o mundo. 
 
Isso é pura corrupção. A criança é inocente. Ela confia em seu pai, em sua mãe, seus irmãos, irmãs, nos mais velhos, nos vizinhos. Ela confia. Ela não pode pensar que eles estão mentindo para ela. Não existe base para ela pensar que todos eles estão mentindo para ela. Todos eles a amam, como eles podem mentir? E esta é a complexidade...
Todos estão mentindo sobre verdades supremas, sem as conhecerem. Sem experienciar, eles estão sobrecarregando seus filhos com tanto lixo que isso irá obstruir o próprio desenvolvimento da criança, sua própria pureza de consciência. É um amor muito inconsciente. Eles não sabem o que estão fazendo. Isso foi feito a eles por seus próprios pais e eles estão simplesmente repetindo.
E desse modo uma geração passa todas as suas doenças para a outra geração. E por séculos todo tipos de idéias idiotas permanecem prevalecentes, permanecem vivas porque existem pessoas que acreditam nelas. Eles estão prontos para morrer por estas idéias, eles estão prontos para matar por estas idéias e estas idéias são simplesmente ficções.
A complexidade acontece porque a criança, necessariamente, precisa crescer com pessoas que são inconscientes.
Eles não podem fazer outra coisa senão prejudicar. Eles estão fadados a passar à criança suas mentes, sabendo perfeitamente bem que suas mentes não os ajudaram, que suas mentes e suas ideologias não os liberaram. Ainda assim, eles acham que alguma coisa é melhor que nada. "Talvez nós não tenhamos trabalhado duramente. Talvez nós não tenhamos nos disciplinado de acordo com as nossas filosofias. As filosofias não estão erradas, nós estamos errados."
A situação é exatamente a contrária: as filosofias estão erradas.
 
E uma vez que estas filosofias se estabelecem na mente da criança, elas se tornam a própria base de sua inteligência, de seu desenvolvimento intelectual.
 
Isso é o que cria complexidade, e as complexidades se tornaram cada vez mais e mais. No passado o Hindu estava sobrecarregado somente pelas superstições Hindus, ele não sabia nada sobre Judaísmo, ele não sabia nada sobre a ideologia de Confúcio. Ele não tinha nenhuma idéia sobre o que outros povos do mundo estavam pensando. Ele vivia em sua pequena fonte própria, onde todos pensavam da mesma maneira. Agora aquelas fontes desapareceram.
Agora o Hindu sabe sobre as idéias de Maomé, sobre as idéias Cristãs, sobre as idéias Judias, a complexidade aumentou mil vezes mais. Ele sabe não somente sobre teorias teísticas, ele sabe sobre os ateístas, os comunistas, os agnósticos. Sua mente está zumbindo com pensamentos contraditórios. Ele está cheio de todos os tipos de idéias que estão umas contra as outras.
 
Ele está incapacitado devido às suas contradições, ele não pode fazer nada, porque o que quer que ele queira fazer, há alguma idéia que diz que isso não está certo.
 
Se ele quer ser um vegetariano, Jainistas e Budistas têm sido vegetarianos por vinte e cinco séculos. E nenhum Jainista jamais pensou que ele pudesse ser outra coisa senão vegetariano, mas agora surgem questões. Nem um vegetariano foi capaz de receber o prêmio Nobel. Estranho. Vocês têm as mentes mais puras; aqueles comedores de carne têm o crânio mais obtuso. Vocês são vegetarianos puros; repolhos, couve-flor, coisas bonitas, mas nem um simples prêmio Nobel. Estranho. Mas os comedores de carne...
 
Os Hindus não comem carne de vaca; Os Judeus comem e os Judeus ganharam quarenta por cento dos prêmios Nobel. É simplesmente inconcebível, fora de toda proporção para sua população. E eles comem carne de vaca! Surgem Dúvidas. E descobriu-se que os vegetarianos nunca irão receber o prêmio Nobel, porque nenhum vegetal pode lhes dar certas proteínas que somente a carne pode dar.
 
Encontrei uma alternativa. Na minha comuna...era uma comuna vegetariana, mas eu estava dando a todos os membros da comuna ovos não fertilizados. Eles são vegetais, porque eles não possuem nenhuma vida; mas eles têm todas as proteínas necessárias para o crescimento da inteligência. Agora os vegetarianos estão contra mim. Eles gostariam de me matar; embora eles sejam vegetarianos. Eles não querem matar ninguém, mas quanto a mim, eles estão prontos para me matar; este homem vai ensinar as pessoas a comer ovos. Eles não enxergam um simples ponto: um ovo não fertilizado não está vivo, é proteína pura. E isso torna a comida vegetariana completa e competitiva; de fato, ele dá mais proteína que a carne, especialmente para a inteligência. 
 
Quando você está cercado com todos os tipos de idéias, as dúvidas estão fadadas a surgir.
 
Todas as religiões do mundo estabeleceram suas crenças e cultivaram as mentes na fé. E não é uma coincidência que as religiões são chamadas de "fés"; é na fé que elas estão baseadas. Era perfeitamente certo não duvidar porque todo mundo tinha a mesma fé. Era muito difícil duvidar, somente raras pessoas talentosas, gênios, costumavam duvidar. Agora a situação é totalmente diferente.
Os Maometanos dizem que Deus criou o mundo e que Deus criou todos os animais para o homem comer. Os Cristãos acreditam no mesmo. Os Judeus acreditam no mesmo, que animais são comida: apenas como os vegetais, como as frutas, assim são os animais. Eles foram todos criados para o homem comer. Agora metade do mundo é Cristã. A religião número dois é o Islamismo, as duas maiores religiões, e milhões de pessoas acreditam.
Naturalmente isso cria dúvidas nas mentes das pessoas que viveram com o pensamento que animais não são para comer, que isso é uma insensibilidade, feio, anti-estético; que isso lhe degrada, que isso não é humano. Agora dúvidas começam a surgir, dúvidas que são significantes, porque Jesus comia carne, Maomé comia carne, Moisés comia carne, Ramakrishna comia carne, e mesmo assim eles alcançaram o supremo. A dúvida está fadada a surgir nas mentes daqueles a quem foi dito que se você comer carne, sua consciência não pode crescer.
E isso é sobre tudo. Por exemplo, Os Jainas não acreditam em Deus. Não existe nenhum Deus no Jainismo; no Budismo não há Deus. As duas maiores religiões da Oriente são religiões sem Deus. As religiões excluindo-se o Jainismo e Budismo sempre pensavam que Deus é o centro da religião. Como pode haver uma religião sem Deus? Surge a dúvida.
 
Toda a Ásia tem sido Budista. Nenhuma criança Budista jamais pergunta: "Quem criou o mundo?" Estranho...milhões de crianças; nenhuma criança Budista nunca pergunta quem criou o mundo. Não há nenhum criador, a questão da criação é bobagem. A existência sempre esteve aqui é eterna. A própria idéia da criação e de um criador é estúpida. Agora aqueles que acreditaram em Deus como o tema central da religião, a fé deles fica abalada.
 
A fé de quase todo mundo está abalada, porque eles podem ver que alguém mais sem essa fé, tendo ideologias absolutamente antagônicas, está vivendo uma vida tão boa como eles a estão vivendo? Talvez até mesmo melhor.
 
Os Budistas viveram uma vida melhor sem Deus do que qualquer um que tenha acreditado em Deus. E a razão é clara; devido a que não há Deus, toda a responsabilidade cai sobre seus ombros. Você não pode orar para Deus porque toda oração é sem significado. Somente suas ações vão decidir, não orações. O caminho da oração é o caminho do homem impotente, que não vai fazer coisa alguma, ele apenas continua a viver sua vida e orando para Deus ajudá-lo. "Quando Deus está, todo compassivo, e sou um pequeno pecador em comparação a compaixão dele. Não preciso me preocupar." 
 
Omar Khayyam, um dos poetas da maior qualidade no que diz respeito à poesia, diz que você pode beber tanto álcool quanto você quiser e alguém que diga; "Pare de beber álcool porque é um pecado" está criando uma dúvida em você sobre Deus. Sua lógica parece estranha, mas é muito clara. Ele está dizendo. "Deus é compassivo e se eu não cometer nenhum pecado isso significa que desconfio da compaixão de Deus. Deixe-me cometer tantos pecados quanto possíveis, porque eu confio, tenho fé que Deus é compassivo. Ele me perdoará." 
 
Ele era um grande pensador. Ele está dizendo que tentar viver uma vida virtuosa significa que você desconfia que Deus não perdoará. Talvez inconscientemente, as pessoas que acreditaram em Deus não viveram tão virtuosamente como as pessoas que não acreditaram em Deus. Porque quando não há Deus, você tem que viver virtuosamente. Você não pode depender da compaixão de ninguém, somente sua ação irá dar seus frutos. Então o que quer que você faça, você é responsável pelos frutos que virão dessas ações. Você é a causa, você é o efeito. Assim os Budistas, os Jainas, que não acreditam em Deus, viveram mais virtuosamente do que as pessoas que acreditam em Deus. Estranho... 
 
Todas estas coisas, porque o mundo se tornou pequeno, todas essas fés não estão mais fechadas mas se tornaram abertas para todos, criaram uma tremenda complexidade na mente.
 
Sobrecarregaram a mente com milhares de contradições. 
 
Ouvi dizer que uma centopéia, um pequeno animal com cem pernas, está indo dar um passeio pela manhã. E um pequeno coelho está perplexo, tem uma mente filosófica, começa a pensar,"Como esse companheiro consegue administrar cem pernas? Como ele lembra qual perna vai primeiro, então a segunda, depois a terceira? Cem pernas, meu Deus!" Ele parou a centopéia e disse, "Tio, me perdoe por perturbar seu passeio matutino, mas sou um pouco do tipo filosófico. Surgiu uma questão que só você pode resolver." 
A centopéia disse: "Que pergunta?"
Ele disse "Vendo suas cem pernas, estou perplexo de como você administra, como você se lembra qual delas vai primeiro, então a segunda, depois a terceira, até cem." 
A centopéia disse: "Nunca pensei sobre isso. Tenho andado desde a minha infância, a questão nunca surgiu na minha mente. Talvez eu não seja filosófico. Mas vou tentar descobrir. Você aguarda debaixo da árvore e vou caminhar e ver." 
Em minutos ela caiu no chão, porque ficar contando cem pernas e então lembrar qual delas vai após a outra...ela tropeçou, confundiu-se e caiu. Ela ficou muito zangada com o coelho. 
E disse, "Escute, nunca mais faça esta pergunta para nenhuma outra centopéia. Estamos vivendo perfeitamente bem sem essa filosofia. Eu estava indo tão bem no meu passeio matutino e agora não acho que possa prosseguir. Eu devo voltar e descansar. Você me deu um problema complexo e cansativo e você parece tão inocente!Mas lembre-se, guarde esta filosofia pra você mesmo." 
 
Todas essas fés estavam indo perfeitamente bem de um modo porque ninguém estava levantando as questões. Mas de repente todas as fronteiras desabaram. O mundo inteiro tornou-se um.
 
Qualquer um que tenha alguma inteligência está cônscio que todas as teorias são ficções.
 
Agora uma abordagem totalmente nova é necessária. As antigas abordagens ficaram todas obsoletas. 
A fé ficou fora de moda.
 
Osho,
The Osho Upanishad, Chapter 18