Quantcast

Osho Ciúmes, Amor e Relações no Século 21

Ciúmes, Amor e Relações no Século 21

 
Osho,
O que é o ciúme?
 
O ciúme é uma das áreas mais prevalecentes da ignorância psicológica sobre você mesmo, sobre os outros, e mais particularmente sobre relacionamento.
As pessoas pensam que sabem o que é amor - eles não sabem. E seu mal-entendimento sobre o amor cria o ciúme. Por amor as pessoas entendem um certo tipo de monopólio, alguma possessibilidade - sem compreender um simples fato da vida: no momento que você possui um ser vivo você o mata.
 
A vida não pode ser possuída. Você não pode tê-la em sua lista. Se você a deseja, você tem que manter suas mãos abertas.
Mas a coisa tem seguido pelo caminho errado por séculos; tornou-se tão entranhado em nós que não podemos separar o amor do ciúme. Eles se tornaram quase uma mesma energia.
Por exemplo, você sente ciúmes se seu amante vai com outra mulher. Você agora está perturbada por isso, mas gostaria de dizer-lhe que se você não sentir ciúmes você terá maiores problemas - senão você pensará que você não o ama, pois se você o amasse, sentiria ciúmes. Ciúmes e amor se tornaram tão mesclados. 
De fato, eles são pólos separados. Uma mente que pode ser ciumenta não pode ser amorosa e vice-versa: uma mente que é amorosa não pode ser ciumenta.
Qual é o problema? Você precisa encará-lo como se isso não fosse seu problema - alguém mais perguntou, é o problema de outra pessoa - para que você possa ficar ao lado e ver toda a trama. O sentimento do ciúme é um subproduto do casamento.
 
No mundo dos animais, dos pássaros, não existe ciúmes. De vez em quando há uma briga sobre um objeto de amor, mas uma luta é muito melhor do que ser ciumento, muito mais natural de que ser apanhado em ciúmes e queimar seu coração com suas próprias mãos.
 
O casamento é uma instituição inventada, não é natural; desse modo, a natureza não proveu uma mente que possa ajustar-se ao casamento. Mas o homem achou necessário que houvesse algum tipo de contrato entre amantes, porque o próprio amor é essência de sonhos, não é confiável... está aí nesse momento e no próximo momento se foi.
Você quer estar seguro para o próximo momento, para todo seu futuro. Agora mesmo você é jovem; logo você estará velho e você gostaria que sua mulher, seu marido, estivesse com você na sua velhice, na sua doença. Mas para isso, uns poucos compromissos devem ser feitos e quando há compromisso sempre há problemas. Este é o compromisso que os seres humanos fizeram: estar seguro quanto ao futuro, ter certeza sobre o amanhã, ter uma garantia que a mulher que lhe ama irá amá-lo para sempre, que esse não é um negócio temporário... 
Eis porque pessoas religiosas dizem que os casamentos são feitos no céu... um tipo estranho de céu, porque se esses casamentos são feitos no céu, então o que você pode fazer no inferno? Eles não mostram os sinais, a fragrância, a frescura, a beleza do céu. Eles certamente são nojentos, feios... eles certamente mostram algo do inferno. Mas o homem decidiu pelo casamento porque esta era a única maneira de ter propriedade privada.
 
Os animais não têm propriedade privada - eles são todos comunistas e os melhores comunistas que já apareceu na história humana. Eles não têm nenhuma ditadura do proletariado e eles não perderam sua liberdade, mas eles não têm nenhuma propriedade privada.
 
O homem também viveu por milhares de anos sem casamentos, mas aqueles eram dias quando não havia propriedade privada. Aqueles eram dias de caça: o homem era um caçador. E aquelas pessoas de milhares de anos atrás não tinham frigorífico, nenhuma tecnologia - qualquer comida que eles conseguissem tinham que consumi-la tão rápido quanto possível. Eles podiam apenas esperar que amanhã obteriam novamente mais comida.
Devido a que não havia nada para acumular, não havia a questão do casamento. As pessoas viviam em comunas, tribos; as pessoas amavam, reproduziam, mas no começo não havia nenhuma palavra para pai. A palavra mãe é bem mais antiga e muito mais natural. Você ficará surpreso de saber que a palavra tio é mais antiga que a palavra pai - porque todas as pessoas que tinham a idade de seu pai... você não sabia quem era seu pai. Homens e mulheres estavam alegremente misturados - sem nenhuma compulsão, sem nenhuma servidão legal, de sua livre vontade. Se eles queriam se encontrar ou ficar juntos não havia questão da dominação.
A criança nunca sabia quem era seu pai, sabia somente quer era sua mãe. E ela conhecia muitos homens na tribo; alguém dentre aqueles homens tinha que ser seu pai, assim todos eles eram tios.
 
A propriedade privada passou a existir com a agricultura...Com a caça, o homem não podia viver muito tempo. As pessoas destruíram espécies inteiras de animais. Centenas de espécies que antes costumavam dançar, cantar nesta terra...o homem os devorou. Algo tinha que ser feito porque a caça não era confiável. Hoje você pode conseguir comida, amanhã você pode ficar faminto. E era muito árduo. A procura de animais não permitia o homem desenvolver nenhum outro de seus talentos, seu gênio. Mas a agricultura mudou toda a vida do homem.
 
Você precisa ser lembrado do fato de que a agricultura é uma descoberta da mulher, não do homem. A mulher era confinada - ela não era capaz de sair para caçar. A maior parte do tempo ela estava grávida, ela estava fraca, ela estava carregando outra alma dentro dela. Ela precisava de cuidados, de proteção...desse modo ela vivia em casa. Ela começou a tornar a moradia mais bonita - e isso você pode ver até hoje, após milhares de anos. Se você entra num quarto de um solteiro você pode imediatamente dizer que este é um quarto de um solteiro. Você pode não ser capaz de decidir vendo o solteiro, se ele é ou não um solteiro, mas pelo quarto dele, certamente ele é um solteiro! A mulher, seu toque, está faltando. A casa de um solteiro nunca é um lar, é apenas um lugar onde ele dorme. Não é algo com o qual ele sinta uma certa intimidade, um certo relacionamento criativo. 
 
O lar, a vila, a cidade e toda a civilização são devido à mulher, porque ela não tinha que caçar e ela tinha valores do coração e da mente diferentes - ela era mais estética, mais graciosa, mais terráquea, de maneira nenhuma interessada em céu, inferno, Deus, diabo e todo essa merda! Nenhuma mulher escreveu uma escritura religiosa. Nenhuma mulher foi uma filósofa pensando sobre abstrações, coisas distantes. A consciência da mulher está interessada somente na intimidade ao redor - ela gostaria de uma bela casa, ela gostaria de um belo jardim. Ela deseja criar um pequeno mundo próprio - aconchegante, confortável. Ela confere uma certa qualidade a uma casa morta e esta se torna um lar vivo. É uma transformação mágica.
 
O homem continuou a caçar e a mulher começou a observar ao redor - o homem não tinha tempo. Ele estava sempre ocupado sem ocupação, mas a mulher tinha todo o tempo disponível. O trabalho básico de caçar era efetuado pelos grupos de homens e a mulher começou a observar ao redor. Ela descobriu o cultivo porque ela via frutas selvagens crescerem, ela via muitas outras coisas crescendo e ela também viu que todo ano os grãos morriam, as sementes caiam na terra e quando a chuva vinha, de novo aquelas sementes brotavam em milhares de plantas. Ela começou a experimentar para descobrir o que era comestível e o que não era comestível. Logo, como a caça estava ficando mais e mais difícil, o homem teve que concordar com a mulher: Temos que modificar todo nosso foco econômico. Temos que optar pelo plantio, por frutas, por vegetais. E isso está em nossas mãos - podemos produzir tanto quanto quisermos, tanto quanto precisarmos e há uma tremenda variedade. 
 
Lento, lentamente os nômades, as tribos errantes... porque caçadores não podem ficar num lugar só. Eles precisam se mover quando o animal escapa. Quando a caça foi abandonada e o cultivo tornou-se nossa própria capacidade de sobrevivência, uma novidade também aconteceu atrelada a isso. 
Havia povos que eram poderosos e havia povos que eram fracos. Os povos que eram fisicamente mais fortes conseguiram muita terra como sua propriedade. Eles juntaram muito...bem lentamente começou o sistema de troca, porque quando você tem demais de uma colheita, o que você vai fazer com isso? Você tem que permutá-la; assim você pode ter muitas outras coisas. A vida tornou-se mais complexa, mais excitante.
Mas surgiu um problema: após a morte de uma pessoa, quem vai herdar sua propriedade? Ninguém queria que sua propriedade fosse herdada por qualquer um. Eles queriam que sua propriedade pertencesse a seu próprio sangue. 
Foi da economia, não da compreensão do amor que o casamento veio a existir. Seu próprio nascimento foi errado, sob as estrelas erradas.
E devido a que o homem teve que concordar com o casamento...A mulher estava muito desejosa pela simples razão de que por milhares de anos dos tempos da caça, ela não era financeiramente uma parte da sociedade; o homem era tudo. O homem prosseguiu com seu poder, embora toda a estrutura social tenha mudado. A vida do caçador nômade tornou-se uma vida pacífica em uma vila, mas a preocupação do homem sobre sua propriedade... Ele queria um contrato com a mulher para ter certeza de que o filho que a mulher estava parindo não era de algum outro, mas dele mesmo. Por este simples propósito toda a liberdade da mulher teve que ser destruída. Ela teve que viver quase como uma prisioneira, ou pior.
O homem concordou - sob compulsão, ele se comprometeu. Se a mulher estava perdendo umas poucas coisas - sua liberdade de movimento, sua liberdade de trocar de amantes - o homem também estava pronto para sacrificar sua liberdade. Eles permaneceriam devotados um ao outro para sempre.
Mas isso é contra a natureza. Mesmo que você queira fazer isso, a natureza não irá apoiá-lo. A natureza é para sua liberdade, não para algum tipo de servidão. Assim novos problemas começaram a aparecer. Os homens começaram a encontrar prostitutas que não eram esposas de ninguém ou, como era chamada na Índia, a prostituta era a esposa de toda a cidade: nagarvadhu. Ela não pertence a ninguém, ela é uma mercadoria; você tem que pagar e comprar o tempo e o corpo dela. Devido ao casamento ficou muito difícil encontrar mulheres casadas porque agora existiam mais complexidades: elas tinham seus maridos... Prostitutas eram boas.
E vocês ficarão surpresos de saber que na Índia, toda cidade tinha sua prostituta mais famosa - ela era a mais bela garota nascida naquela cidade. E devido a que ela era tão bonita não era certo deixá-la casar-se com uma pessoa, ela tinha que ser compartilhada. Ela era tão bela que se ela casasse poderia haver problemas, poderia haver conflitos - pessoas se apaixonariam por ela. Seria melhor deixá-la livre para qualquer um que pudesse pagar.
 
O casamento criou suspeita. O marido estava sempre desconfiando sobre se a criança que nasceu era dele ou não. E o problema é, o pai não tinha como determinar que a criança era dele. Somente a mãe sabia. Porque o pai não possuía meios de ter certeza, ele criou mais e mais muros ao redor da mulher - esta era a única possibilidade, a única alternativa - desconectá-la do resto da humanidade. Não educá-la, porque a educação cria asas nas pessoas, pensamentos, torna a pessoa capaz de revolta, dessa forma, nenhuma educação para as mulheres. Nenhuma educação religiosa para as mulheres, porque a religião torna vocês santos, pessoas santas e essa tem sido uma sociedade há séculos dominada pelo machismo e o homem não pode conceber que uma mulher seja mais elevada e mais santa que ele mesmo.
 
O homem vem cortando pela raíz qualquer possibilidade de crescimento da mulher. Ela é apenas uma fábrica para produzir crianças. Ela não foi aceita por nenhuma cultura do mundo como sendo igual ao homem. Existem até mesmo culturas como a chinesa que negou a alma da mulher; a mulher é apenas uma máquina, sem uma alma. Na China você podia matar sua mulher, nenhuma lei existia contra isso. A esposa era possessão sua e se você quisesse destruí-la, não era da conta de ninguém impedi-lo.
Por todo o mundo a mulher foi suprimida. Quanto mais ela era suprimida, mais toda sua energia tornava-se amarga. E devido a que ela não tinha liberdade e o homem tinha toda liberdade, todas as suas emoções reprimidas, sentimentos, pensamentos - toda sua individualidade se tornou um fenômeno ciumento. Ela está continuamente receosa de que seu marido possa deixá-la, pode ir para outra mulher, possa ficar interessado em alguma outra mulher. Ele pode abandoná-la e ela tem problemas: ela não é educada, ela não é financeiramente capaz de sustentar-se sobre os próprios pés. Ela foi criada de tal maneira que ela não pode lançar-se ao mundo; foi-lhe dito desde o principio que ela era fraca...
 
As escrituras indianas dizem que na infância o pai protegeria a garota; na juventude o marido protegeria a garota; na velhice o filho protegeria a mulher. Ela tem que ser protegida desde a infância até o túmulo. Ela não pode se revoltar contra a sociedade macho-chauvinista. Tudo que ela pode fazer é continuar encontrando culpas, que estão fadadas a estar lá. Na maioria das vezes ela não está errada; geralmente ela está certa.
 
Quando um homem se apaixona por outra mulher alguma coisa nele muda com relação à primeira mulher. Agora eles são novamente estranhos, não há mais nenhuma ponte. Ela foi deformada, escravizada e agora foi abandonada. Toda a vida dela foi uma vida de agonia.
Dessa agonia surge o ciúme. Ciúme é a raiva do fraco - aquele que não pode fazer nada, mas que está fervendo por dentro, que gostaria de incendiar o mundo inteiro, mas não pode fazer nada exceto chorar, gritar e ter ataques de fúria.
Essa situação continuará até que o casamento se torne uma peça de museu.
Agora não há mais necessidade de casamentos. Talvez ele tenha sido útil. Talvez não tenha sido inútil, mas era somente uma desculpa para escravizar a mulher. As coisas poderiam ter acontecido de uma maneira diferente, mas não faz sentido mexer no passado.
Certo ou errado, uma coisa é boa sobre o passado: ele se foi.
Com relação ao presente e ao futuro, o casamento é absolutamente irrelevante, inconsistente com a evolução humana e contraditório a todos os valores que amamos - liberdade, amor, alegria.
 
Devido a que o homem queria que a mulher fosse completamente aprisionada, ele escreveu escrituras religiosas tornando-a temerosa do inferno, tornando-a ambiciosa pelo paraíso...se ela seguisse as regras. Estas regras existiam somente para as mulheres, não para os homens. Agora está tão claro que deixar as mulheres continuar vivendo nessa situação venenosa de ciúmes é contra a saúde psicológica delas. E a saúde psicológica da mulher influencia a saúde psicológica de toda humanidade. O homem também nasce da mulher. A mulher tem que se tornar um indivíduo independente.
A dissolução do casamento será um grande evento festivo na terra - e ninguém está lhe impedindo: se você ama sua esposa ou seu marido vocês podem viver juntos por vidas, ninguém está lhe impedindo. Remover o casamento é simplesmente devolver sua individualidade. Agora ninguém mais lhe possui.
Você não deve fazer amor com um homem apenas porque ele é seu marido e tem o direito de exigir isso. Na minha visão quando uma mulher faz amor com um homem porque ela tem que fazê-lo, isso é prostituição - não a varejo, mas por atacado.
A varejo é melhor, você tem a oportunidade de mudar. A prostituição por atacado é perigosa, você não tem uma chance de mudar. E você casou pela primeira vez - oportunidades deviam ser dadas a você porque você é um amador. Alguns casamentos pelo menos lhe ajudarão a amadurecer; talvez então você encontre a mulher certa. E por mulher certa não dizendo a mulher que foi feita para você. 
Nenhuma mulher foi feita para você e nenhum homem foi feito para alguma mulher. Por homem ou mulher certo quero dizer que se você entendeu uns poucos relacionamentos, se você já esteve em alguns relacionamentos, você entenderá quais coisas criam situações miseráveis entre vocês e quais situações criam amor, paz, vida feliz. Viver com pessoas diferentes é uma educação absolutamente necessária para uma vida correta com relação ao amor. Você deve primeiro graduar-se com alguns relacionamentos. Em seu colégio, em sua universidade você deve passar por alguns relacionamentos. E você não deve ter pressa de decidir - não há necessidade, o mundo é grande e cada indivíduo possui alguma beleza e qualidade.
Quando você experimenta alguns relacionamentos você começa a ficar ciente qual tipo de mulher, que tipo de homem será um amigo para você - não um mestre, não um escravo. E amizade não precisa de casamento porque amizade é bem superior.
 
Você está sentindo ciúmes porque este ciúme você recebeu de herança. Comigo você terá que mudar muitas coisas - não porque eu digo para mudá-las mas, porque você entende que uma mudança drástica é necessária. Por exemplo, a ideia que foi espalhada por todo o mundo que se um marido às vezes procura alguma outra mulher, isso irá destruir o casamento. Está absolutamente errado. Pelo contrário, se todo casamento tivesse o fim de semana livre isso iria fortalecer seu relacionamento, porque seu casamento não está perturbando sua liberdade, porque sua esposa entende a necessidade de variar. Essas são necessidades humanas.
Os sacerdotes, os moralistas e os puritanos primeiro decidem sobre um ideal. Eles criam belos ideais e então forçam a idéia sobre você, para que você se torne como os ideais. Eles querem tornar vocês todos idealistas. Por dez mil anos temos vivido sob uma sombra de idealismo muito escura e sombria.
Sou um realista. Não tenho nenhum ideal. Para mim, entender a realidade e seguir com a realidade é o único caminho correto para qualquer homem ou mulher inteligente.
Meu entendimento é - e está baseado em milhares de experiências - que se o casamento não fosse uma coisa tão tensa, rígida, mas fosse flexível, apenas uma amizade...assim uma mulher pode contar a você que ela encontrou um jovem e que vai passar o fim de semana com ele - E se você tiver interessado posso trazê-lo de volta comigo, você também gostará da pessoa. E se o marido pode dizer, não como um hipócrita mas, como um ser humano autêntico, que sua alegria, sua felicidade é minha felicidade. Se você encontrou alguém, esqueça da casa, tomarei conta. Divirta-se, porque sei que quando você voltar, desfrutando de um novo amor, isso tornará você nova também. Um novo amor irá trazer nova juventude a você. Você vai essa semana e na próxima semana posso ter meu próprio programa.
Isso é amizade. E quando eles chegam em casa podem conversar sobre que tipo de homem ela conheceu, como ele comportou-se, que não foi lá grande coisa... Você pode contar a ela sobre a nova mulher que você encontrou...Vocês têm um abrigo no lar. Vocês podem ir de vez em quando para o céu, selvagem e livre e voltar e sua esposa sempre estará lá esperando por você - não para brigar, mas para compartilhar suas aventuras. Isso precisa apenas um pouco de entendimento. Não tem nada a ver com religião, somente um comportamento mais inteligente.
Você sabe perfeitamente bem que por mais bonito que um homem ou uma mulher possa ser, mais cedo ou mais tarde isso começa a mexer com seus nervos. Sempre a mesma geografia, a mesma topografia, a mesma paisagem...
 
A mente do homem não foi feita para a monotonia; nem foi feita para a monogamia. É absolutamente natural pedir por variedade. E isso não é contra seu amor. De fato, quanto mais você conhece outras mulheres, mais você irá satisfazer sua própria mulher - seu entendimento se aprofundará. Sua experiência se enriquecerá... quanto mais homens você conhecer, mais acuradamente você será capaz de entender seu próprio marido. A idéia de ciúmes irá desaparecer - ambos são livres e vocês não estão escondendo nada.
 
Com amigos devíamos compartilhar tudo, particularmente aqueles belos momentos - momentos de amor, momentos de poesia, momentos de música...devem ser compartilhados. Desse modo sua vida se tornará mais e mais rica. Vocês se tornarão tão harmonizados um com o outro que vocês podem passar a vida toda juntos, mas não há nenhum casamento.
O ciúme persistirá tanto quanto o casamento permanecer a fundação básica da sociedade.
Apenas dê ao homem, com todo seu coração, liberdade absoluta. E diga a ele que ele não precisa esconder coisa alguma: Esconder algo é insultante. Isso significa que você não confia em mim. E o mesmo tem que acontecer ao homem, que ele possa dizer para sua esposa: Você é tão independente quanto eu. Temos que ser felizes juntos, temos que crescer juntos para mais satisfação. E faremos tudo um pelo outro mas não seremos carcereiros um do outro.
 
Dar liberdade é uma alegria, ter liberdade é uma alegria. Você pode ter tanta alegria, mas você está transformando toda essa energia em miséria, em ciúmes, em brigas, num esforço continuo de manter o outro sob seu polegar.
Ouvi contar sobre um homem que estava em total fúria e desespero devido ao comportamento de sua mulher. Não era culpa dela...ela era uma ninfomaníaca. Agora que você pode fazer? Alguém tem uma dor de cabeça, alguém é uma ninfomaníaca. Ela estava continuamente se apaixonando por alguém! Ela a levou ao médico.
Era uma linda mulher. O doutor pediu a ela para ir ao quarto de exames. Ele foi com ela e logo, após alguns minutos, gemidos e murmúrios... e o marido estava sentado no escritório escutando - era demais! Ele entrou no quarto e o que ele viu não podia acreditar - o doutor estava fazendo amor com sua esposa. O marido disse: “Que está acontecendo?”
A esposa disse: “Idiota, você nunca compreenderá. Agora você está perguntando o que está acontecendo! Você não pode ver?”
Mas o marido estava furioso. Ele disse: “Não estou perguntando a minha esposa, estou perguntando a você doutor! Que está acontecendo?”
O doutor disse: Nada está acontecendo, John, você está fazendo tudo. Estou simplesmente tomando a temperatura dela.
John estava em chamas. Ele tem sofrido tanto e até o doutor...e que besteira ele está falando, que ele está tirando a temperatura dela? Então ele pegou sua faca e começou a esfregá-la no ombro do doutor. O doutor falou: “Que significa isso? Que você está fazendo?” Ele disse: Nada, apenas tenha cuidado. Quando aquela coisa aparecer, lembre-se - teria sido melhor ter números nela! 
 
Nós criamos esse circo em vez de uma cultura. Isso continua se repetindo de diferentes maneiras. Espero que em sua vida você possa deixar de ser uma parte desse jogo estúpido.
E é fácil: se você compreender a si mesmo, você será capaz de compreender sua esposa também. Você não tem outra mulher em seus sonhos? De fato, ver sua própria esposa em seu sonho é um fenômeno raro. As pessoas nunca vêem suas esposas ou seus maridos em seus sonhos. Eles já viram o bastante! Agora, mesmo a noite, mesmo em sonho, nenhuma liberdade...
 
Em seus sonhos você tem as esposas de seus vizinhos, os maridos de seus vizinhos...você deve entender que de alguma maneira criamos uma sociedade errada, uma sociedade que não está de acordo com a natureza humana. O desejo por variedade é uma qualidade essencial em qualquer um que seja inteligente. Quanto mais inteligente você for mais variedade você gostaria - existe algum relacionamento entre inteligência e variedade. Um búfalo se satisfaz com um tipo de grama; por toda vida dele ele não tocará em outro tipo de grama. Ele não possui a mente para mudar, para conhecer coisas novas, para descobrir novos territórios, para aventurar-se em novos espaços.
 
Os poetas, os pintores, os dançarinos, os músicos, os atores - você encontrará estas pessoas mais amorosas. Contudo o amor deles não está focado nos indivíduos. Eles são mais amorosos para com todos aqueles que eles têm contato. Eles são pessoas inteligentes, eles são nosso lado criativo.
Os idiotas não querem mudar coisa alguma. Eles têm medo da mudança porque qualquer mudança significa que você terá que aprender algo novamente. Os idiotas querem aprender algo uma vez e permanecer com isso por toda sua vida. Isso pode ser uma máquina, pode ser uma esposa, pode ser um marido - não importa. Você conheceu uma mulher, você conheceu as chatices dela, você se acostumou...às vezes não apenas acostumado, você também ficou viciado nisso. Se de repente sua mulher não lhe chateia, você não conseguirá dormir nessa noite - que aconteceu? O que deu errado?
 
Um de meus amigos reclamava continuamente para mim sobre sua esposa; Ela está sempre triste, aborrecida e fico tão preocupado de entrar em casa... Tento passar meu tempo nesse clube e naquele clube mas, finalmente tenho que voltar para casa e lá está ela.
Eu disse a ele: Faça uma coisa apenas como um experimento. Porque ela tem sido séria e ela tem sido chata, não posso imaginar que você entre em casa sorrindo. 
Ele disse; você acha que posso conseguir fazer isso? No momento em que a vejo algo congela dentro de mim - sorrir?
Eu disse; apenas um experimento. Faça uma coisa hoje: leve lindas rosas - esta é a estação; o melhor sorvete que encontrar na cidade - tutti frutti; e vá sorrindo, cantando uma canção!
Ele disse; se você está dizendo eu o farei, mas não acho que isso vá fazer qualquer diferença.
Eu disse; Irei atrás de você e ver se fez alguma diferença ou não.
O pobre amigo tentou muito. Muitas vezes a caminho ele sorriu. Eu disse; porque você está rindo?
Ele disse; estou rindo do que estou fazendo! Eu queria que você me dissesse para me divorciar dela e você sugeriu que eu agisse como se estivesse na lua de mel!
Eu disse; apenas imagine que é uma lua de mel... mas tente o possível.
Ele abriu a porta e sua esposa estava lá de pé. Ele sorriu e então riu de si mesmo porque sorrir... e a mulher estava de pe´quase como uma rocha. Ele lhe deu as flores e o sorvete, então eu entrei.
A mulher não podia acreditar no que estava acontecendo. Quando ele foi para o banheiro ela me perguntou:Que é que há? Ele nunca trouxe nada, ele nunca sorriu, ele nunca me levou para sair, ele nunca me fez sentir que sou amada, que sou respeitada. Que mágica aconteceu?
Eu disse; nada: apenas vocês estiveram fazendo tudo errado. Agora quando ele chegar do banheiro você dê um abraço apertado nele. Ela disse; um abraço?
Eu disse; Abrace-o! Você já deu a ele tantas coisas, agora abrace-o, beije-o ... Ela disse; Meu Deus...
Eu disse; Ele é seu marido, vocês decidiram viver juntos. Ou vivam alegremente ou digam adeus alegremente. Não há necessidade...é uma vida tão curta. Porque desperdiçar a vida de duas pessoas desnecessariamente?
Naquele momento o homem saiu do banheiro. A mulher hesitou um pouco mas a empurrei, então ela abraçou o marido e o homem ficou tão temeroso que caiu no chão! Ele nunca imaginou que ela iria abraçá-lo. Tive que ajudá-lo a levantar-se. Eu disse; Que aconteceu? 
Ele disse; Apenas nunca imaginei que essa mulher pudesse abraçar e beijar - mas ela pode! E quando ela sorriu, ela parecia tão bonita.
 
Duas pessoas vivendo juntos em amor devem fazer seu relacionamento crescer continuamente, trazendo mais flores a cada estação, criando mais alegrias. Apenas sentar em silêncio juntos é bastante...
Mas tudo isso é possível somente se abandonarmos a idéia do casamento. Mais que amizade é antinatural. E se o casamento for anulado pela justiça, for morto pelo carimbo da corte...Você não pode trazer amor sob as regras da lei.
Amor é a lei suprema. Você precisa apenas descobrir suas belezas, seus tesouros. Você não tem que repetir, como um papagaio, todos os grandes valores que fazem do homem a mais alta expressão da consciência neste planeta. Você deve exercitá-las em seu relacionamento.
E esta tem sido minha estranha experiência: se um parceiro começa a se mover nas linhas corretas, o outro seguirá mais cedo ou mais tarde. Porque ambos estão famintos por amor, mas não sabem como abordá-lo.
Nenhuma universidade ensina que o amor é uma arte e que a vida ainda não foi dada a você; que você tem que começar do nada.
E é bom que tenhamos que descobrir por nós mesmos cada tesouro que está escondido na vida... e amor é um dos maiores tesouros da existência
Mas em lugar de nos tornarmos companheiros de viagem na busca do amor, da beleza e da verdade, as pessoas estão desperdiçando seu tempo em brigas, em ciúmes.
Apenas torne-se um pouco mais alerta e comece a mudança do seu lado - não fique esperando isso do outro lado.
Isso começará de outro lado também. E não custa nada sorrir, não custa nada amar, não custa nada repartir sua felicidade com alguém que você ama.
 
Osho,
E o que é amor?
 
Amor é a única religião, o único Deus, o único mistério que tem que ser vivido, entendido.
Quando o amor é entendido, você entendeu todos os mistérios do mundo.
Não é algo difícil. É tão simples como suas batidas do coração ou sua respiração. Você nasce com ele, ele não é dado a você pela sociedade. E esse é o ponto que quero enfatizar: o amor vem com seu nascimento - Mas é claro que não desenvolvido como tudo mais é desenvolvido. A criança precisa crescer.
 
A sociedade tira vantagem do intervalo. O amor da criança levará tempo para crescer; enquanto isso a sociedade prossegue condicionando a mente da criança com falsas idéias sobre o amor. Quando você está pronto para explorar o mundo do amor, você está cheio de tanto lixo sobre o amor que não há muita esperança de você ser capaz de encontrar o autêntico e de descartar o falso.
Por exemplo, disseram de mil e uma maneiras a todas as crianças em toda parte que o amor é eterno: uma vez que você ama uma pessoa você a ama para sempre. Se você ama uma pessoa e mais tarde você sente que não a ama mais, em primeiro lugar, isso apenas significa que você nunca amou essa pessoa. Agora isso é uma idéia muito perigosa. Está dando a você uma idéia de um amor permanente e na vida nada é permanente...as flores florescem pela manhã e à noite elas se foram.
 
A vida é um fluxo contínuo; tudo está mudando, movendo-se. Nada é estático, nada é permanente. Foi dada a você a idéia de um amor permanente que irá destruir toda sua vida. Você irá esperar amor permanente da pobre mulher e a mulher irá esperar amor permanente de você. O amor se torna secundário, a permanência torna-se prioridade.
E amor é uma flor tão delicada que você não pode forçá-lo a ser permanente. Você pode ter flores de plástico; isso é o que as pessoas têm - casamento, sua família, seus filhos, seus parentes, tudo plástico. O plástico tem uma coisa espiritual: é permanente.
O amor verdadeiro é tão incerto como sua vida é incerta.
Você não pode dizer que você estará aqui amanhã. Você não pode nem mesmo dizer que você irá sobreviver no próximo momento. Sua vida está continuamente mudando - da infância a juventude, para a meia idade, para a velhice, para a morte, ela vai mudando. Um amor verdadeiro também mudará.
É possível que se você se tornar iluminado seu amor foi além das ordinárias leis da vida. Que não muda, nem é permanente, simplesmente é. Não é mais uma questão de como amar - você mesmo tornou-se amor, assim, o que quer que você faça é amor. Não é que você faça especificamente algo que é amor - tudo que você faz, seu amor começa a se derramar através disso.
 
Mas antes da iluminação seu amor será o mesmo como tudo mais: ele mudará.
Se você entender que ele irá mudar, que de vez em quando sua esposa pode se interessar por alguém e você terá que ser compreensivo, amoroso, cuidadoso e permitir que ela vá da maneira que ela sente...esta é uma chance para você provar a sua esposa que você a ama. Você a ama - mesmo que ela vá amar alguém mais, isso é irrelevante. Com compreensão, é possível que seu amor possa tornar-se algo duradouro, mas lembre-se que não será permanente. Terá seus altos e baixos, terá mudanças.
É tão simples de entender. Quando você começou a amar você era muito jovem, sem nenhuma experiência; como seu amor pode permanecer o mesmo quando você se torna uma pessoa madura? Seu amor também alcançará a mesma maturidade.
E quando você envelhecer seu amor terá uma qualidade diferente a isso. O amor continuará mudando e de vez em quando o amor precisará apenas de uma oportunidade para mudar. Em uma sociedade saudável isso será possível e ainda seu relacionamento com alguém não precisa ser rompido.
Mas é possível que você tenha que mudar de amantes muitas vezes na vida. Não há nenhum mal nisso. De fato, mudando suas amantes muitas vezes na vida você estará enriquecido, e se o mundo inteiro seguir o que estou dizendo para você sobre o amor, todo o mundo será enriquecido.
Mas uma ideia errada destruiu toda possibilidade. No momento que seu parceiro olha para alguém - apenas olhando e seus olhos mostram atração. Você tem que entender que se um homem deixar de estar interessado em mulher bonita nas ruas, em lindas atrizes nos cinemas... Isso é o que você quer; você não quer que ele se interesse por mais nada a não ser você. Mas você não entende a psicologia humana. Se ele não está interessado em mulheres nas ruas, nos cinemas, porque ele se interessaria por você? Seu interesse em mulheres é uma garantia de que ele está interessado em você, que ainda há a possibilidade de que seu amor possa continuar.
Mas estamos fazendo exatamente o contrario. Os homens estão tentando para que suas mulheres não se interessem por ninguém senão por eles mesmos; eles devem ser o único foco, a concentração total dela. A mulher está perguntando o mesmo e ambos estão sendo levados a loucura um pelo outro. A concentração em uma única pessoa está destinado a levar a loucura.
 
Para uma vida mais luminosa, para uma vida mais brincalhona, você precisa ser flexível. Você precisa lembrar que a liberdade é o valor mais alto e se o amor não está lhe dando liberdade então não é amor. Liberdade é o critério: Qualquer coisa que lhe dê liberdade está certa e qualquer coisa que destrói sua liberdade está errada.
 
Se você puder lembrar desse pequeno critério sua vida, bem lentamente começará a se estabelecer no caminho certo sobre tudo - seus relacionamentos, suas meditações, sua criatividade, o que quer que você seja.
Abandonando conceitos velhos, conceitos feios...Por exemplo, nesse país, milhões morreram sendo jogadas vivas dentro da pira funerária de seus maridos. Isso mostra que a possessibilidade do marido é tanta que ele quer não apenas possuir a mulher enquanto ela é viva, ele teme o que acontecerá quando ele morrer! Ele não será capaz de fazer algo - é melhor levar a mulher com ele.
E você pode ver que isto era aplicável somente às mulheres - nem um único homem pulou na pira funerária de uma mulher em dez mil anos. Que isso significa? Isso quer dizer que apenas as mulheres amam os homens e os homens não amam as mulheres? Significa isto que a mulher não tem uma vida própria? A vida dela é a vida do marido - quando o marido morre, ela tem que ser morta.
 
Tais ideias bobas se estabeleceram em nossas cabeças. Você tem que fazer uma limpeza contínua – sempre quando você perceber alguma besteira em sua cabeça, limpe, jogue-a fora.
 
Se sua mente está limpa e clara você será capaz de encontrar soluções para todo problema que aparecer em sua vida.
 
Osho,
Sermons in Stones, Number 13